Publicidade
5 ideias para celebrar o Dia dos Namorados em casa, durante o Covid-195 ideias para celebrar o Dia dos Namorados em casa, durante o Covid-19

5 ideias para celebrar o Dia dos Namorados em casa, durante o Covid-19

Cinco dicas para ter um Dia dos Namorados inesquecível, apesar das restrições impostas pelo Covid-19!

5 ideias para celebrar o Dia dos Namorados em casa, durante o Covid-19
  • Dia dos Namorados
  • Conselhos
  • Msn

Mais um Dia dos Namorados está quase a chegar, com a mesma dose de amor e magia que traz todos os anos.

Mas 2021 vai ser um ano diferente, em muita coisa, incluindo o Dia de São Valentim. As restrições impostas impedem-nos das opções clássicas como  jantar fora ou passar um fim-de-semana romântico. Mas não se preocupe pois, mesmo em casa, poderá organizar um Dia dos Namorados inesquecível!

Um pouco de história …

Embora a maioria das pessoas pense que o Dia dos Namorados é um truque comercial e consumista, este dia tem um significado mais profundo do que pode imaginar e nasceu há vários séculos!

São Valentim existiu mesmo? A história diz que sim, pelo que sabemos não é um mito como o Yeti ou o Monstro de Loch Ness. Neste caso, porém, o assunto é um pouco mais “sagrado” porque São Valentim foi um sacerdote romano que viveu no século III dC.

Não quer perder as últimas novidades para o seu casamento?

Subscreva a nossa newsletter

Roma, antes do cristianismo, era caracterizada pelo politeísmo: crenças em vários deuses e, por esta razão, o cristianismo teve poucos seguidores que tentaram espalhar a mensagem de Jesus Cristo.

Entre os fiéis estava São Valentim, que casou clandestinamente casais apaixonados, segundo o cristianismo, apesar do imperador Cláudio II ter proibido e cometido o crime de violenta repressão contra os cristãos.

guardarDia dos Namorados em tempos de Covid
Morlotti studio

Farto da desobediência de São Valentim, o imperador mandou prender o sacerdote, que já tinha tentado cristianizá-lo, numa ação desesperada de Fé.

Os soldados do exército e o governador de Roma, porém, não aceitaram que o imperador se convertesse ao cristianismo, e por isso fizeram com que Cláudio II mudasse de opinião e São Valentim foi julgado.

Durante sua detenção, o sacerdote conheceu o tenente Asterius que descriminou a sua religião e propôs um “milagre”: restaurar a visão de sua filha cega. E assim aconteceu: a filha de Asterius voltou a ver depois de ser baptizada.

Enquanto cuidava da jovem, Valentim acabou por se apaixonar. Antes de morrer, o sacerdote escreveu uma nota de despedida afetuosa à sua amada, assinando com duas palavras mundialmente famosas: “Seu Valentim“. Essa assinatura estendeu-se ao longo dos séculos e continua a ser usada para se referir aos apaixonado, pois esta carta de amor transformou-se na carta do Dia dos Namorados.

Após esta recuperação milagrosa, o tenente Asterius e sua família converteram-se ao cristianismo, honrando assim a memória do sacerdote, cuja vida não puderam salvar.

 

guardarDia dos namorados em tempos de Covid-19
Kristina Gi Photography

Porquê 14 de Fevereiro?

Os significados desta data são vários: 14 de fevereiro era a dia em que mais casamentos se celebravam porque no dia 15 de fevereiro era comemorado o dia da fertilidade ou Lupercalia, do nome do deus Lupercus. Justamente por causa disto, a decapitação de São Valentim foi realizada em 14 de fevereiro do ano 270 DC. Pelo mesmo triste motivo, o termo “perder a cabeça” se espalhou como sinónimo de estar apaixonado.

Agora que já conhece a verdadeira história do Dia dos Namorados, homenagear este herói do amor terá um significado mais concreto; se não tem ideia de como comemorar este ano, nós sugerimos 5 alternativas para comemorar o Dia dos Namorados.

guardarDia dos namorados em tempos de Covid-19
Federica Cavicchi Photography

O que fazer no Dia dos Namorados, num ano marcado pelo Covid-19?

1) Amor e música: a combinação perfeita

Quase todos os casais têm uma música do coração, destinada a ser a trilha sonora da sua história. Aproveite para organizar uma surpresa ao seu parceiro, comece a sua música no meio do jantar ou enquanto estão a brindar, e porque não, mime-se com um baile romântico na sala!

2) Preparar o jantar juntos

Outra ideia romântica pode ser preparar o jantar do Dia dos Namorados juntos! A comida é afrodisíaca, e passar momentos juntos na cozinha a fazer os os seus pratos preferidos, enquanto toma um bom copo de vinho, com música de fundo, só pode ser o melhor aperitivo para um jantar inesquecível!

guardarDia dos namorados em tempos de Covid-19
Miriam Callegari

3) Sem stress, sim Spa!

Que melhor forma de fugir do stress quotidiano, do ritmo frenético do trabalho, do que passar um tempo num fantástico Spa, talvez entre os picos nevados e os raios de sol que aquecem o coração?

Infelizmente, este ano isso não pode ser feito, mas ninguém proíbe de encher a banheira de espuma, com sais de banho, e acender muitas velas e, quem sabe, receber/fazer uma massagem! Romantismo e erotismo garantidos!

4) Planeie um jantar original

Pode decorar um canto favorito da sua casa e organizar um jantar à luz de velas, romântico mas diferente: talvez um piquenique no chão, porque não? Seja original! Ou pode pedir um jantar de um restaurante de luxo por meio de um serviço de entrega! Muitos restaurantes de prestígio durante a pandemia baixaram os preços e permitem o serviço take-away, pode ser uma excelente oportunidade para experimentar um jantar delicioso!

guardarDia dos namorados em tempos de Covid-19
Serena Cevenini Photographer

5) Amo-te porque…

Se você nunca escreveu uma carta, agora é a hora de fazê-lo. O bouquet de flores com o clássico cartão “Amo-te” é certamente um gesto simpático, mas que tal escrever mais algumas linhas, tentando expressar os teus sentimentos de uma forma mais profunda? Enriqueça a carta com as suas memórias: lágrimas e sorrisos garantidos!