Sabe qual é a idade perfeita para casar? Nós temos a resposta!

Sabe qual é a idade perfeita para casar? Nós temos a resposta!

Uma fórmula matemática e os estudos sociológicos da Universidade de Utah chegaram a uma curiosa conclusão.

  • Vida a Dois
  • Conselhos
  • International
  • Noivos
  • Felicidade
  • Casal

Se não sabe, está prestes a descobrir. Como? A estatística e a sociologia uniram forças e, reforçados com uma série de investigações, explicam as tendências que lhe vamos mostrar a seguir.

O responsável é um norte-americano Nick Wolfinger, da Universidade de Utah, que publicou a sua teoria no Instituto de Estudos Familiares e estabeleceu uma idade perfeita para os casais dizerem o “sim, aceito”. Como? Baseando-se em percentagens de divórcio segundo a idade. Continue a ler para descobrir!

guardar
Foto: Diana Nobre

32, o número mágico

Entre os 25 e os 29 anos, a percentagem de divórcios é de 15% enquanto que entre os 30 e os 34 a percentagem é de 14%. Com estes dados, estabelece-se que a idade perfeita para se unirem em matrimónio é entre os 28 e os 32, sendo os 32 anos a idade perfeita para tomar essa grande decisão. Os casamentos que começam aos 32 anos têm menor risco de divórcio.

guardar
Créditos: Mary Me Eventos | Foto: João Almeida

Saiba também como superar as principais causas do divórcio

Nem jovens nem velhos

Não quer perder as últimas novidades para o seu casamento?

Subscreva a nossa newsletter

O intervalo 28-32 e, em particular, esta última idade, é perfeito por múltiplas razões. Em primeiro lugar, nesta idade as pessoas não costumam ter um passado muito sério, ou seja: não é normal que existam filhos ou casamentos anteriores e, portanto, vidas alternativas e problemas que dificultem esta decisão. Além do mais, “não são demasiado velhos, no sentido de que ainda podem mudar um pouco, de forma a se ajustarem à cara-metade no que diz respeito a hábitos, estilo de vida e objetivos comuns”, afirma Wolfinger.

No entanto, têm a experiência suficiente para já terem tido relacionamentos e saberem o que querem na vida, deixando de lado o impulso do início da década dos 20 anos. Como diz o profissional, estes jovens “já fizeram suficientes decisões importantes na vida e têm responsabilidades. Além do mais, com bastante probabilidade, já são independentes a nível financeiro”. É, portanto, o intervalo perfeito.

guardar
Foto: Mitt

Não tenham pressa!

Com o intervalo de 28 e 32 anos como referência e os 32 no horizonte, também é bom saber o que acontece antes e depois das ditas idades. Os casamentos prematuros, cujos responsáveis têm 20 anos, têm um risco de divórcio de 34%. A percentagem é alta e diminui à medida que se aproxima do intervalo líder em matéria sentimental. Entre os 20 e os 24 anos, a percentagem desce para os 20%. Nessa idade, o ser humano é impulsivo e, por isso, as suas decisões, quem sabe, não sejam suficientemente medidas e a escassa experiência ainda não lhe tenha permitido encontrar a sua cara-metade ou, inclusive, saber com quem realmente quer para partilhar a sua vida.

guardar
Foto: Across The Mountains

Veja as 4 razões pelas quais uma mulher sabe que escolheu o amor da sua vida

Não se atrasem demasiado!

Como em tudo na vida, os extremos não são bons e é o que acontece também no terreno matrimonial. O estudo dirigido por Nick Wolfinger conclui que, a partir dos 32 anos, a percentagem de risco de divórcio volta a subir em 5% a cada ano. No entanto, a teoria de Phillip Cohen, da Universidade de Maryland, diz que a faixa etária para se casar com menos probabilidade de divórcio é a que vai desde os 45 aos 49 anos: “Crescer não significa que o seu matrimónio tenha menos probabilidade de sobreviver“, afirma. Evidentemente, existem casais que se conhecem tarde e isso não implica que se vão amar menos. A verdade é que, a maior parte dos segundos matrimónios acontecem muito mais tarde e são muito felizes.

guardar
Foto: Nuno Belo Photographer

Que tipo de pessoas afeta mais o divórcio?

O sexo, a religião e a raça não afetam as percentagens de divórcio, segundo esta teoria, o que demonstra, uma vez mais, a igualdade de todas as pessoas apesar das suas diferenças. No entanto, o estudo analisado adverte para várias coisas. Em primeiro lugar, adianta que conviver em casal antes do casamento ajuda a prevenir o divórcio, assim como esperar e ter os filhos depois do mesmo. Seguidamente, a estabilidade económica e os estudos universitários do casal também contribuem para evitar essa tendência.

guardar
Foto: Marco Torre, beyond photography

A ciência é sábia e, habitualmente, costuma acertar, ainda que haja sempre espaço para o improviso. Os 32 é a idade ideal para casar segundo este estudo, mas o mundo é tão maravilhoso que o ser humano está aberto a todo o tipo de surpresas.

Veja também  Aos 20, aos 30 ou aos 40: o que é que muda na celebração do casamento com a idade?

Contacte com as empresas mencionadas neste artigo

Mary Me - Eventos ® Wedding planners
Marco Torre, beyond photography Fotógrafos e vídeo
João Almeida Fotógrafos e vídeo
Diana Nobre Fotografia Fotógrafos e vídeo
Mitt Fotógrafos e vídeo
Across The Mountains Fotógrafos e vídeo
Nuno Belo Photographer Fotógrafos e vídeo