5 dicas para evitar que o seu casamento vá por água abaixo!

A rotina é como um bicho que come as colheitas. Se não tivermos cuidado, instala-se e, muitas vezes,  é difícil de eliminar. Os sintomas surgem de forma subtil e, quando damos por isso, já é tarde. As consequências já se fizeram sentir e o casamento pode sair “danificado”. O importante é que não se deixe acomodar. Esteja atenta e use a imaginação para dar vida ao casamento. Quanto mais tempo a chama se mantiver acesa, mais tempo durará o seu casamento. E quando dizemos durar, dizemos durar com sentido. Porque há muitos casamentos que só duram porque as pessoas se habituam a viver uma rotina. Evite que isso aconteça com o seu. Nós damos uma ajudinha. Saiba quais as cinco 5 coisas que tem de fazer para evitar que o seu casamento vá por água abaixo!

Depois, convidamo-la a ler: 8 dicas para que a rotina não durma com o vosso casamento: venham conhecê-las!

Foto: CharismaSolicite informação sobre “Foto: Charisma”
Foto: Charisma

1. Fechar-se na redoma do casamento

Não negligencie os seus amigos. Eles é que são a sua bolha de ar, a sua câmara de descompressão, um escape para fugir às tensões. Mas sobretudo para se sentir como um ser único, com os seus gostos e necessidades próprias. Nunca, mas nunca se anule em função do seu marido. Antigamente, a sociedade “obrigava” que a mulher se subjugasse. Hoje, apesar de ainda vivermos numa sociedade machista, grande parte das mulheres já não admite viver assim. E ainda bem. Quando há respeito e confiança, as pessoas sentem-se melhor, o que, por sua vez, contribui para uma maior felicidade e casamentos mais longos. Deve estar a pensar: “mas no século passado não havia os divórcios que há hoje”. Pois não! E as mulheres eram felizes assim? Algumas sim, outras nem sabiam que eram infelizes, porque já estava interiorizado nelas que o normal era viver para o homem. Voltando ao seu caso, não se sinta insegura só porque o seu marido gosta de sair com os amigos. “Paradoxalmente, são os casais com mais liberdade que são menos infiéis” afirmou a uma revista de psicologia Serge Hefez, psiquiatra e psicoterapeuta.

Foto: AhHA!PhotosSolicite informação sobre “Foto: AhHA!Photos”
Foto: AhHA!Photos

2. Viver como companheiros de quarto

Claro que é importante termos o nosso espaço, mas nada de cair em exageros. Você e o seu companheiro partilham um vida, onde estão incluídos os filhos, as contas a pagar, os jantares em família, etc. Por isso, também não é bom só pensar em si e ignorar a sua cara metade. Até porque isso já não é amor. Os companheiros de quarto também não fazem amor. Não deixe que a relação esmoreça a esse ponto. Quando começam a ter vidas paralelas, é porque a relação já só tem o pavio chamuscado. Volte a acendê-lo. Seja como for, é importante falar sobre a relação com o seu marido. Esta deve ser “regularmente posta em causa”, diz ainda Serge Hefez.

Já agora, leia O que fazem ELES quando saem com os amigos: deixamos tudo às claras! e 20 experiências que deve ter com o seu parceiro antes de ter filhos

Foto: AhHA!PhotosSolicite informação sobre “Foto: AhHA!Photos”
Foto: AhHA!Photos

3. Rodear-se de más companhias

Da mesma maneira que não deve descurar dos amigos (verdadeiros), deve livrar-se dos maus. Ou seja, dos interesseiros, daqueles que, no fundo, não passam de más energias e que a deitam abaixo. E não se esqueça, os amigos são muito importantes, mas não podem nunca tomar o lugar do parceiro. Cuidado com aqueles que estão sempre por perto a falar mal do Luís. É possível que sejam invejosos. E a inveja é um dos 7 pecados capitais! Se é daquelas que acredita no poder das energias, saiba que os invejosos têm uma aura muito negra.

Já leu os 10 maus hábitos que arruínam até o casamento mais sólido?

Foto: AhHA!PhotosSolicite informação sobre “Foto: AhHA!Photos”
Foto: AhHA!Photos

4. Deixar de fazer miminhos e carícias

Depois de muitos anos de casamento, a chama da paixão vai esmorecendo e os beijos de língua, rapidamente, são substituídos pelos beijos casuais. O contacto físico torna-se cada vez mais raro e as relações sexuais só são feitas em dias de festa. O sexoterapeuta francês Alain Héril propõe que se “sacralize a sexualidade”. O especialista quer com isto dizer que tem que se preparar para o grande momento. Diz-se que o melhor sexo é aquele que se faz de forma espontânea, mas quando o seu marido já não responde afirmativamente às suas investidas ou quando você mesma sente a libido em baixo, o melhor é usar tácticas para combater esses sintomas. Estipule com o seu parceiro uma data e prepare-se para o grande dia. Compre uma lingerie e vá ao cabeleireiro. Sinta-se sexy (o maior afrodisíaco está na nossa cabeça) e tenha sexo de qualidade. Nem que seja só uma vez por mês. Já deve ter ouvido que a qualidade é mais importante que a quantidade, não?

Talvez não fosse mal pensado ler os 5 truques infalíveis para uma vida sexual mais feliz

Foto: CharismaSolicite informação sobre “Foto: Charisma”
Foto: Charisma

5. Distribuir mal as tarefas diárias

Já lá vai o dia em que as esposas ficavam com as lides da casa e os maridos iam trabalhar. Hoje, tanto os homens como as mulheres saem cedo para os seus empregos e chegam a casa ao fim do dia, cansados. Porque é que serão só as mulheres a ter de cumprir as tarefas do lar? Apesar de os próprios homens reconhecerem que não é justo, muitas vezes não conseguem ou não estão psicologicamente disponíveis para dividir tarefas. Atenção, que as mulheres têm muita culpa nisso. Habituam mal os seus homens! Está na hora de mudar os hábitos. Os homens têm capacidade para fazer tudo. Dê-lhes uma chance! Já viu como ele fica lindo de avental?!

Foto: CharismaSolicite informação sobre “Foto: Charisma”
Foto: Charisma

Agora que já sabe como prevenir que o seu casamento vá por água abaixo, conheça 10 lugares para fazer amor e dar um “boost” ao casamento. Se ainda não casou, mas já tem data marcada, saiba quais as expectativas mais recorrentes para a noite de núpcias 

Contacte com as empresas mencionadas neste artigo

Mais informação sobre

Dê-nos a sua opinião

Ludgi Fotógrafos
11 Dicas preciosas para evitar que o Big Day seja um desastre!
Tenha sempre um plano B debaixo das mangas para qualquer situação!
Como evitar o medo no dia de casamento? 4 Dicas que a ajudarão a superar as ansiedades e inseguranças
Como evitar o medo no dia de casamento? 4 Dicas que a ajudarão a superar as ansiedades e inseguranças
A pressão, a tensão e as inseguranças são três pontos negativos que advêm antes de qualquer evento - seja ele qual for. Aprenda a superá-los e disfrute do dia do seu casamento ao máximo!
7 dicas de uma wedding planner: o que os noivos devem evitar fazer durante os preparativos
7 dicas de uma wedding planner: o que os noivos devem evitar fazer durante os preparativos
Neste artigo, apresento 7 dicas para que os noivos, os familiares e os amigos possam desfrutar da fase dos preparativos de forma calma e agradável.

Faça gratuitamente e em 2 clicks um site magnífico para o seu casamento.

100% personalizável e com centenas de layouts para escolher Ver mais layouts >

Quer divulgar a sua empresa na Zankyou?
Se tem uma empresa de casamentos ou é um profissional do sector, Zankyou oferece-lhe a oportunidade de divulgar os seus serviços a milhares de casais que nos escolhem para organizar o seu casamento em 23 países. Mais informação