9 truques para manter uma relação à distância

9 truques para manter uma relação à distância

A centenas ou milhares de quilómetros, manter viva a chama do amor quando não podemos ver-nos todos os dias não é fácil. Conheça os truques que a vão ajudar a manter o seu relacionamento à distância.

9 truques para manter uma relação à distância
Foto: Arte Magna Fotografia
  • Vida a Dois
  • Conselhos
  • Msn
  • Noivos
  • Amor
  • Casal

Num mundo globalizado, onde comprar um bilhete de avião fica mais barato do que jantar fora, as relações à distância estão na ordem do dia. A cento ou milhares de quilómetros, manter viva a chama do amor quando não nos podemos ver todos os dias, não é fácil… Não basta escrevermos cartas à antiga: as relações à distância são um pouco mais complexas, porque normalmente trazem outros “extras”, que vão desde as emoções, como a solidão ou a tristeza, até às lágrimas do reencontro, os malabarismos com o uso dos horários, os bilhetes de avião e comboio, Skype, Snapchat e milhares de coisas mais.

São precisamente as novas tecnologias que têm permitido que estas relações sejam um pouco mais fáceis de lidar: se pode manter o contacto com os amigos da Universidade, porquê que também não o pode fazer com a sua cara-metade que vive noutro País (ou Planeta)? Damos-lhe nove ideias para manter viva a chama do amor, mesmo com milhares de quilómetros pelo meio.

1. WhatsApp, WhatsApp, WhatsApp…

Quando estamos apaixonados queremos ver a cara da outra pessoa 24 horas por dia, por isso a tecnologia é um excelente recurso para manter a chama do amor. Nada melhor, então, do que recorrer a aplicações que permitem mensagens de texto, enviar fotos, vídeos e fazer videochamadas, seja então pelo WhatsApp, FacetimeSkype ou Google Hangouts, por exemplo. Outra app que ajuda a acalmar as carências da distância é o Snapchat, uma aplicação que além de permitir videochamada, permite adicionar nas mensagens filtros divertidos!

Seja qual for o método de comunicação que escolher, o importante é que a comunicação seja de qualidade. Talvez a maior parte dos casais necessite de comunicar três vezes ao dia ou estabelecer regras quantitativas (por exemplo, todas as noites antes de dormir). Ou melhor espera que, todas as manhãs, lhe deem os bons dias. Em todos os casais a comunicação é a chave e numa relação à distância esta necessidade multiplica: deixe claras as suas expectativas desde o início e assegure-se de que conhece bem as expectativas do outro. Por vezes é melhor comunicar pouco, mas com mensagens criativas, do que estar todo o tempo colado ao telemóvel, deixando que a vida real ou pessoal se ressinta.

Não quer perder as últimas novidades para o seu casamento?

Subscreva a nossa newsletter

Leia também: Quando o amor, por si só, não é suficiente: 10 coisas que todas as relações felizes precisam!

guardar
Photo by Dollar Gill on Unsplash

2. Aprenda a controlar as emoções

Um dos aspetos mais complicados de uma relação deste tipo é não puxar os seus cabelos quando não tempos controlo sobre a situação. Sentir ciúmes de uma fotografia que, de repente, vemos no seu feed do Facebook. Chatearmo-nos quando o outro se esquece que tinha combinado falar no Skype.

As emoções nas relações à distância estão à flor da pele e, assim, devemos manter a cabeça fria para conseguir equilibrar a balança entre o que sente e o que pensa, de forma a conseguir processar os pensamentos irracionais. Se quer saber o que a sua cara-metade está a fazer num determinado momento ou o porquê de alguma das suas respostas ou reações, pergunte antes de fazer suposições.

Leia também: As melhores frases de filmes românticos para as melhores histórias de amor

guardar
Photo by Courtney Kammers on Unsplash

3. Detalhes e surpresas que importam (ainda que esteja longe)

Talvez não possam estar juntos no dia do vosso aniversário ou quando a outra pessoa precisa de carinho, mas isso não significa que não possam ter uma lembrança, mesmo distantes. Há inúmeros sites, como a Amazon, que permitem comprar e oferecer presentes que se enviam praticamente para qualquer sítio do mundo e incluem uma mensagem para a outra pessoa. Ainda que estejam ligados à Internet e deem uso a este tipo de serviços, não se esqueçam do poder que tem receber por correio um objeto físico que a outra pessoa tenha tocado. O ritual completo de embrulhar um presente, colocá-lo no correio e esperar que chegue. A blusa preferida com o cheiro do outro, um presente DIY, fotos impressas, cartas… Pequenos detalhes que fazem sorrir.

Leia também: A relação esfriou? 3 coisas que podem estar a prejudicar

guardar
Photo by Nicole Wilcox on Unsplash

4. Procurem passatempos que possam partilhar à distância

Uma das coisas que mais une e dá força a um casal é partilhar gostos e passatempos. Não se trata de fazer tudo juntos, mas sim de respeitar os gostos dos outros e tentar encontrar pontos em comum. Quando a relação é à distância, a coisa complica-se, ainda que não seja impossível: não podemos ir fazer escalada juntos, nem estar de mãos dadas num concerto, mas pode-se partilhar uma subscrição no Netflix e,inclusivamente, enviar mensagens instantâneas durante a emissão de um episódio. As subscrições familiares de Kindle permitem partilhar os mesmos livros entre diferentes dispositivos e também podem partilhar listas de reprodução no Spotify, adicionando as canções favoritas de cada um.

Leia também: As 7 coisas que quem ama nunca diz!

guardar
Photo by Omid Armin on Unsplash

5. Planear encontros

Se é de selfie ‘fácil’ certamente já pensou em levar o tablet a um restaurante e manter um encontro romântico à distância através do Skype ou FaceTime. Assegure-se de que o restaurante tem conexão à Internet, conecte o dispositivo e pronto: como se estivessem cara-a-cara. Organize estes encontros com tempo para ter algo em que pensar. Para os mais caseiros: uma videochamada enquanto cozinham a mesma receita desde casa pode ajudar a esquecer a distância numa sexta à noite.

Leia também: Como organizar um encontro inesquecível: 11 dicas fundamentais

guardar
Photo by Tim Gouw on Unsplash

6. Tenha sempre em mente o próximo plano

Quando as coisas começarem a ficar um pouco tristes, centre-se na próxima vez que se vão voltar a ver e a estarem juntos. Planeie viagens e tente centrar a sua atenção na organização, para ter algo novo em que pensar. As coisas quotidianas que a maioria dos casais faz, como passear de mãos dadas ou dar um beijo, adquirem um significado muito íntimo e especial para os casais que estão longe um do outro. Guarde bem esses momentos e centre-se no que está para vir quando se sente mal.

Leia também: Como organizar uma pequena viagem surpresa no vosso aniversário de casamento

guardar
Photo by Priscilla Du Preez on Unsplash

7. Aproveite as vantagens de estar sozinha

Muitos casais que estão juntos todos os dias invejam, de certo modo, a vida de solteiro porque custa mais tomar decisões sem contar com a opinião do outro, fazer planos espontâneos e dedicar tempo para si mesmo. As relações à distância têm o melhor de ambos os mundos: caso se sinta só, reoriente o seu tempo livre para dedicá-lo a ter uma vida mais rica e plena. Realize mais atividades ao ar livre, vá ao ginásio, fique com as suas amigas…Ter um horário não lhe dará tempo para se sentir triste: também lhe dará coisas para falar com a sua cara-metade.

Leia também: O Amor à distância é algo para si? Saiba quais as vantagens e desvantagens e como sobreviver a este tipo de relação

guardar
Photo by Katarzyna Grabowska on Unsplash

8. Não se esqueça do sexo

Ainda que nem todas as relações sejam iguais, muitas das relações à distância acabam por procurar formas de ter uma vida sexual em comum que funcione a milhares de quilómetros. Procure formas de estarem conectados com as quais ambos se sintam cómodos e, sobretudo, confiando plenamente na outra pessoa.

Leia também: 5 truques infalíveis para uma vida sexual mais feliz

guardar
Photo by We-Vibe WOW Tech on Unsplash

9. Lembre-se: isto é temporário

Tenha bem claro, desde o início e em todo o momento, que este estado da relação é temporário. No final, o objetivo comum deve ser sempre a partilha de um futuro juntos e isto deve prevalecer em todos os planos e decisões que tomem como casal. Se em algum momento deixar de ser assim, retome os termos da relação: onde é que isto vai? Faz sentido continuarmos juntos? Procuro trabalho na minha cidade e tu na tua? Qual é o limite que eu posso chegar?

Leia também: Três meses de convivência é todo o tempo que precisa para saber se a sua relação tem futuro!

Contacte com as empresas mencionadas neste artigo

Arte Magna Fotografia Fotógrafos e vídeo