As 10 coisas que NUNCA deve dizer numa discussão!

As 10 coisas que NUNCA deve dizer numa discussão!

Errar faz parte e pedir desculpa também, mas evite dizer coisas com intenção de magoar (especialmente quando sabe que, na verdade, não as sente). Até porque fazê-lo vai valer tanto a pena...

As 10 coisas que NUNCA deve dizer numa discussão!
Foto: Renato Ribeiro Photography
  • Vida a Dois
  • Conselhos
  • Msn
  • Felicidade
  • Casal

Discutir faz parte. E até pode haver quem diga que “palavras leva-as o vento“, mas quem já foi magoado por algo que nos foi dito sabe perfeitamente que não é esse o caso. Há coisas que, uma vez ditas, não podem ser retiradas. As palavras que diz quando está de cabeça quente (mesmo que não sejam sentidas) têm consequências. As coisas que dizemos criam raízes e vão fazendo mossa. Se calhar não imediatamente, mas elas ganham força com o tempo. Eis as 10 frases que são absolutamente proibidas. Evite-as. É simples: é só deixar que o amor se sobreponha!

1. Odeio-te

É mais do que o contrário do “amo-te“. Ser o alvo do ódio de alguém é um peso que estamos a dar a outra pessoa. E um peso que nunca devemos dar a alguém que amamos. Claro que temos o direito de nos enfurecer, claro que temos o direito de defender os nossos pontos de vista. Mas dizermos que odiamos alguém não é dizer que não concordamos com os seus pontos de vista ou como a forma como se comportou, é sobrecarregar sobre ela (e nela) a culpa do nosso ódio.

2. Tenho vergonha de ti

As pessoas não são uma má ação. E não são apenas uma só coisa. Com certeza já se sentiu constrangida com alguma atitude da sua cara-metade, isso não significa que ela a embarace. Portanto, cuidado para não generalizar.

3. A culpa é tua

Cuidado com a atribuição de culpas. Muitas vezes, quando estamos demasiado envolvidos numa discussão, esquecemo-nos de dar um passo atrás e ver as coisas no seu plano geral e tratamos de distribuir culpas como se de recados se tratassem. Aleatoriamente e arbitrariamente! É difícil esquecer quando somos acusados de ser culpados de algo.

4. Não

Não quer perder as últimas novidades para o seu casamento?

Subscreva a nossa newsletter

Não estamos a dizer que nunca pode dizer não. Nada disso, mas apenas que um “não” (e ponto final parágrafo) não vale numa relação de respeito e amor. Os seus “não” deverão ser seguidos de uma vírgula e as razões para as quais esse não existe.

5. Qualquer frase com «o que tu devias era» dita em tom de paternalismo ou desprezo

Ouvir isto várias vezes da nossa cara-metade ou qualquer pessoa que nos é muito próxima é sintomática de uma coisa: que nos querem mudar, que o que fazemos é insuficiente, que não é exatamente de como nós somos que gostam. Claro que há frases como «o que tu devias era» que vêm de um sítio de amor, mas essas não são as que prevalecem nas discussões. E nessas alturas não devemos dizer a ninguém o que fazer!

Leia também: Qual é o motor da sua relação? Descubra o que a inspira a continuar, todos os dias, ao lado da sua cara-metade!

guardar
Foto: Efeito Espontâneo

6. Liga ao teu ex-namorado/ à tua ex-namorada

Todos os temos e eles não são chamados para as nossas discussões com as pessoas com quem estamos numa relação. O passado existe apesar do nosso presente e apesar do nosso futuro. E é pura mesquinhez (e até infantilidade) invocar esse passado numa altura em que os ânimos estão aquecidos. Pense: o que é que esse fator acrescenta à discussão?

7. O meu ex-namorado não era assim

As comparações são desnecessárias. E têm um impacto avassalador numa discussão. São frases como esta que tornam possível que ele diga frases como a anterior.

8. Não sabes o que dizes

Este é o beijo da morte! Menosprezar a opinião de outra pessoa. Julgar que sabemos mais do que eles, desvalorizar o que eles sentem ou o que eles pensam. Há até estudos que comprovam isto mesmo. Lembra-se do que o psicólogo John Gottman disse sobre a atitude de desprezo?

9. Cala-te!

Não que tenha um impacto muito negativo a longo prazo, mas esta frase geralmente tem um efeito demolidor a meio de uma discussão, mais ou menos como gasolina sobre fogo!

10. Vai para a m”#$%#$!

Esta ou qualquer frase desta natureza é simplesmente desnecessária – inclusive, a clássica «Vai tu». Não acrescenta à discussão. A não ser, lá está: gasolina. E se resultou para a Maria de Medeiros e o Joaquim de Almeida, podemos garantir com quase 100% de certeza (quase) que não terá o mesmo efeito para si.

Leia também: Quem ama, é leal! 9 razões que explicam a regra

guardar
Foto: Gustavo Simões Photography

Errar faz parte e pedir desculpa também, mas evite dizer coisas com intenção de magoar (especialmente quando sabe que, na verdade, não as sente). Até porque fazê-lo vai valer tanto a pena…

Talvez também lhe interesse:

 

Contacte com as empresas mencionadas neste artigo

Renato Ribeiro Photography Fotógrafos e vídeo
Gustavo Simões Photography Fotógrafos e vídeo
Efeito Espontâneo Fotógrafos e vídeo