Quem ama, é leal! 9 razões que explicam a regra

Quem ama, é leal! 9 razões que explicam a regra

Cada relação tem a sua dinâmica e não existe dinâmica universal certa para todas, mas a confiança é sempre imperativa

Quem ama, é leal! 9 razões que explicam a regra
Foto: João Almeida
  • Vida a Dois
  • Conselhos
  • Msn
  • Noivos
  • Amor
  • Casal

Uma relação implica, muitas vezes, um turbilhão de diferentes emoções. Mesmo as relações mais felizes e as mais saudáveis se assemelham frequentemente a montanhas russas. O amor também tem destas coisas. Mas em todos os momentos de uma relação feliz (mesmo os mais complicados), a fidelidade é uma prerrogativa inquestionável. Porque quando amamos alguém, a última coisa que queremos é magoar ou mentir a essa pessoa. Cada relação tem a sua dinâmica e não existe dinâmica universal certa para todas mas a confiança é sempre imperativa. Cada casal tem as suas regras, o importante é que os dois as compreendam e as respeitem (sejam elas as que forem). Eis 9 razões que explicam porque o homem perfeito para si (o que a ama) jamais trairia a sua confiança!

1. Amar alguém não é só um sentimento, é uma escolha

Ter alguém na nossa vida é uma escolha que fazemos. Escolhemos ficar e amar e tomamos essa decisão diariamente. Não é um acaso ou a força do destino que nos une a alguém, somos nós!

2. Um amor ‘verdadeiro’ tende a ser exclusivo

É uma ideia conservadora, sim. Mas tem um fundo de verdade. Há vários tipos de amor, todos bonitos. Mas o amor que nos impulsiona a querer dividir uma vida com outra pessoa é algo único. Partilhar esse tipo de intimidade com um alguém é um amor muito difícil de replicar.

Leia também: O vocabulário do amor: as 20 palavras-chave para uma relação perfeita

guardarcasal num parque de diversões
O amor que nos impulsiona a querer dividir uma vida com outra pessoa é algo único | Foto: João Almeida

3. Uma relação feliz precisa de estabilidade emocional

Não quer perder as últimas novidades para o seu casamento?

Subscreva a nossa newsletter

Isso não quer dizer que não vai haver fases mais complicadas em contraste com a fases mais felizes, mas a base de uma relação saudável apoia-se na certeza de uma estabilidade emocional. Mais, na confiança dessa estabilidade, que nasce da confiança no amor que nos une à outra pessoa.

4. Amar requer empenho, compromisso e força de vontade

Quem ama, não recua perante este facto. Claro que uma relação implica empenho, requer cedências, depende da força de vontade dos seus intervenientes. Uma relação não acontece diariamente de uma forma espontânea, há duas partes que estão investidas em fazê-la resultar dia após dia.

Leia também: 11 tipos de abraços que dizem muito sobre a sua relação de amor ou amizade

guardarcasal mulher ao colo por do sol
Uma relação implica empenho, requer cedências, depende da força de vontade dos seus intervenientes | Foto: SLcasamentos

5. Alguém que escolheu ficar consigo, é alguém que a valoriza

E se alguém a valoriza, não vai querer magoá-la. Por isso, vai sempre evitar mentir ou fazê-la sentir-se mal. Alguém que escolheu ficar consigo é alguém que sabe a sorte que tem de a ter ao seu lado e por isso é alguém que vai sempre respeitá-la. Em suma, é alguém que compreende que a base de todas as relações é o respeito.

6. A verdade é o fundamento da relação

Uma relação com base em mentiras não consegue sobreviver por muito tempo. E quando duas pessoas decidem partilhar uma vida, fazem-no sabendo que precisam de confiar uma na outra. Para isso, precisam de ser sempre honestos um com o outro. Quando alguém assume um compromisso de uma vida consigo, fá-lo consciente de que isso implica uma espécie de ‘voto de verdade’.

Leia também: As diferenças entre o amor adolescente e o amor adulto

guardarcasal abraçado praia grande plano
Uma relação com base em mentiras não consegue sobreviver por muito tempo | Foto: Arte Magna Fotografia

7. Quem ama, cuida

O amor não está só nos votos que duas pessoas trocam e nas promessas que duas pessoas fazem, está sobretudo nos gestos. Conhece as sábias palavras do poeta francês Pierre Reverdy? «O amor não existe, existem apenas provas de amor». E essas provas estão sobretudo no cuidado que alguém nos dedica. Esse cuidado manifesta-se sobretudo no modo como a outra pessoa nos quer proteger de coisas que nos magoam e que nos entristecem. Porque seria ele uma dessas coisas?

8. E dedica-lhe tempo

Você é a prioridade dele. Ele é a sua. O tempo livre dele é também um bocadinho seu. Não há ociosidade que o afaste de si.

9. Compreender o que implica um compromisso faz parte!

Quem toma a decisão de amar outra pessoa, fá-lo consciente do compromisso que isso representa. Mentir à nossa cara-metade seria o mesmo que mentir a nós próprios e trair o compromisso que nós próprios assumimos.

Leia também: Mensagens românticas para manter a chama do amor

guardarcasal sentado falésia mar ao fundo
Mentir à nossa cara-metade seria o mesmo que mentir a nós próprios | Foto: Arte Magna Fotografia

Alguém que mereça o seu amor jamais a enganaria. Jamais mentiria. Jamais ludibriaria. Porque amar é cuidar, é respeitar, é confiar. E tudo isso é a antítese de comportamentos sorrateiros e malicioso. Tudo isso é antítese de mentir!

Talvez também lhe interesse:

 

Contacte com as empresas mencionadas neste artigo

SLcasamentos Fotógrafos e vídeo
João Almeida Fotógrafos e vídeo
Arte Magna Fotografia Fotógrafos e vídeo