Está pronta para casar? Faça uma auto-análise

Casar representa um grande passo na vida de uma pessoa. E quando dizemos casar, não nos referimos apenas a formalizar a relação no papel, mas sim a ir viver com alguém. Para chegar a essa decisão, tem de ter a certeza absoluta que está preparada para o fazer. É importante que não se deixe pressionar nem impressionar por perguntas do género “queres ficar para tia?”; “já namoras há tanto tempo, por que não casas de uma vez?”.

Se não gosta de contratos, pode sempre começar por viver junto com a pessoa amada. No fundo, isso é que interessa. Estar perto de quem amamos. Mas, atenção, o papel passado pode ser benéfico em termos fiscais. Também, no fim da vida, quando um dos cônjuges morre, pode deixar uma pensão ao outro. É muito importante que pese os prós e contras antes de tomar qualquer decisão. Mesmo as decisões práticas. Não se precipite!

Entretanto, deixamos uns tópicos para analisar se está pronta para casar.

Foto: Awe PicturesSolicite informação sobre “Foto: Awe Pictures”
Foto: Awe Pictures

1. Viaje com o seu amor

A convivência que tiver com o Manuel, durante a viagem, já lhe vai dar um lamiré de como será o quotidiano com ele. Claro que, em ambiente de férias, as pessoas estão sempre mais relaxadas. Seja como for, fica já com uma ideia. Faça uma espécie de lua-de-mel. Se gostar, vai querer oficializar a relação. Nem que seja para ter uma segunda lua-de-mel, desta vez a verdadeira!

Foto: CharismaSolicite informação sobre “Foto: Charisma”
Foto: Charisma

2. Junte os trapinhos com o seu namorado.

Tal como foi dito na introdução, esta é uma das melhores maneiras de perceber se quer mesmo passar o resto dos seus dias com o Manuel. Tem mais lógica que siga este conselho a seguir à viagem. Ou seja, vai começar por brincar ao faz de conta. Primeiro viagem (faz de conta que estão de lua-de-mel) e depois faz as malas para casa do seu namorado ou vice-versa (faz de conta que estão casados).

Foto: 1Love4Ever PhotographySolicite informação sobre “Foto: 1Love4Ever Photography”
Foto: 1Love4Ever Photography

3. Evite criar expectativas falsas e respeite o outro.

Um dos maiores erros cometidos numa relação é achar que se pode moldar o outro. Cada pessoa é como é e a sua natureza deve ser aceite. É preciso saber respeitar a personalidade e individualidade do parceiro e não sufocá-la. Se achar que consegue cumprir este conselho, já é meio caminho andado.

Foto: 1Love4Ever PhotographySolicite informação sobre “Foto: 1Love4Ever Photography”
Foto: 1Love4Ever Photography

4. Fomente a confiança e combata o ciúme

Está condenada ao fracasso uma relação onde não há confiança. Se se sentir insegura com o seu amor, converse com ele e tente perceber se esse sentimento tem algum fundamento. O ciúme é corrosivo. Pode destruir uma relação. Por isso, analise-se muito bem antes de o acusar de alguma coisa. Já pensou que pode gostar tanto dele e ter tanto medo de o perder, que não consegue controlar as cenas de ciúme? Também pode acontecer o contrário. Ser ele a massacrá-la. Vai querer viver com uma pessoa que não lhe dá espaço, que não confia em si e que imagina situações irreais? Nunca, mas nunca deixe que algum homem a limite e lhe tire a liberdade. Quando as coisas atingem este ponto, o melhor é não casar.

Entretanto leia: 6 verdadeiros motivos para NÃO desconfiar do seu namorado!

Foto: 135 MilímetrosSolicite informação sobre “Foto: 135 Milímetros”
Foto: 135 Milímetros

5. Já cortou o cordão umbilical?

Se ainda se sente mais segura em casa dos pais do que a viver com o Manuel, das duas uma: ou fica de uma vez com eles e deixa de dar falsas esperanças ao seu namorado ou junta-se para experimentar e pronto! Até pode ser que se surpreenda consigo mesma! Se, por outro lado, for ele que não consegue libertar-se das saias da mãe, se lhe pede opinião para tudo, como se fosse com ela que vai casar, cuidado! Augura-se um casamento complicado, com três pessoas e não duas. É isso que quer? O melhor é ler A relação com a sua sogra não é a melhor? Saiba o que fazer!

6. A comunicação dá-se de forma natural?

Consegue dialogar com o Manuel? Fala-lhe de si, dos seus problemas, gostos e pontos de vista? E se ele tem opiniões diferentes das suas? Consegue respeitá-las? E você, aceita os juízos de valor dele mesmo que em nada tenham a ver com os seus? Pense bem como é feita a vossa comunicação. Se tiver algum problema ou se não gostar de alguma coisa que ele disse ou fez, o melhor é discutirem a situação – sempre com abertura para aceitar o ponto de vista dele.

Foto: CharismaSolicite informação sobre “Foto: Charisma”
Foto: Charisma

7. O amor é verdadeiro?

O que sente pelo Manuel é mesmo amor? Tem de ter a certeza. O casamento não vive só de paixão e sexo. Quando o amor é verdadeiro e sincero acaba por se tornar numa grande amizade. Daqui a uns anos, para além de estar com o homem que ama, está também a viver com o seu melhor amigo. É com ele que vai partilhar os bons e maus momentos, que vai pedir colo quando estiver em apuros, e é ele que a vai acariciar e consolar. Dizem que o homem é o sexo forte, mas será mesmo assim? Alguns são até muito frágeis. Se ele sentir em si uma grande amiga, para além de amante, nunca mais a vai querer largar. Já deve ter ouvido falar que há velhotes que morrem com datas muito próximas. Pois é, já estavam tão habituados ao amor do outro que, a certa altura, os dois tornaram-se um. E no fim, já não conseguem sobreviver sem o outro.

Foto: 1Love4Ever PhotographySolicite informação sobre “Foto: 1Love4Ever Photography”
Foto: 1Love4Ever Photography

Fique para ler: Amar é fácil, o difícil é conviver com a pessoa que amamos: dicas para que a vossa vida depois do casamento seja um sucesso!

Se depois de ler este artigo, decidir casar, aproveite muito bem o tempo a dois antes de ter filhos. Ou estes ainda não estão nos seus planos?

Já agora, saiba Tudo o que aprendemos ao longo dos anos sobre casamentos (o bom e o mau).

Contacte com as empresas mencionadas neste artigo

Mais informação sobre

Dê-nos a sua opinião

Chegou o verão! Casar na praia: o que NÃO convém que faça
Chegou o verão! Casar na praia: o que NÃO convém que faça
Simplifique! Casamentos de praia pedem uma certa dose de informalidade.
Ricardo Meira
«Para quê casar se vivemos juntos há tanto tempo?» 5 motivos para tomar esta grande decisão!
Passar o resto da sua vida com alguém que ama pode ser a aventura mais incrível. Tome nota destes 5 importantes mot...
6 sinais de que ele NÃO está pronto para casar!
6 sinais de que ele NÃO está pronto para casar!
Os homens fazem parte de um verdadeiro mundo à parte. Podem tentar decifrá-lo da pontinha dos cabelos à pontinha do...
Filipe Santos Fotografia
Uma nova vida está à espera da Joana: falta mês e meio!
Em Agosto entrámos naquela barreira ténue em que falta apenas um mês e meio para o grande dia!
À procura da ideia que faça a diferença: balões no casamento!
À procura da ideia que faça a diferença: balões no casamento!
Até à bem pouco tempo, pensava-se que os balões eram “coisa” de festas de aniversário. No entanto, felizmente, também no Universo dos casamentos, a procura por “aquela” ideia é cada vez mais atrevida e os resultados sempre cada vez mais, arrojados e audazes.

Faça gratuitamente e em 2 clicks um site magnífico para o seu casamento.

100% personalizável e com centenas de layouts para escolher Ver mais layouts >

Trabalha no mundo dos casamentos?
Se tem uma empresa de casamentos ou é um profissional do sector, Zankyou oferece-lhe a oportunidade de divulgar os seus serviços a milhares de casais que nos escolhem para organizar o seu casamento em 23 países. Mais informação