Publicidade
Os segredos de um bom casamento. Não se iluda!

Os segredos de um bom casamento. Não se iluda!

Mark Manson pesquisou e chegou à conclusão que há segredos para se viver um bom casamento. O importante é que não se iluda e que se prepare para viver a maior aventura da sua vida - a de casado!

Os segredos de um bom casamento. Não se iluda!
  • Vida a Dois
  • Conselhos
  • Msn
  • Casal

Sem dúvida que nos devemo basear nas experiências dos outros, para tomarmos as nossas próprias decisões. É por isso que o jornalista e blogger Mark Manson – autor do best seller “The Subtle Art of Not Giving a Fuck” (“A Nobre Arte de Não Querer Saber de Nada“) – decidiu, uma semana antes de se casar, investigar a  vida dos seus amigos e conhecidos casados. Quis saber sobre a sua experiência com o casamento e todas as lições que aprenderam graças ao matrimónio. Como já estava à espera, as respostas não foram muito diferentes umas das outras. Aqui estão algumas conclusões sobre a felicidade no casamento.

guardarIt´s all about...
Foto: It´s all about…

1. Nunca se case pelas razões erradas

Publicidade

Nunca case só porque sim, ou porque se sente pressionado fazê-lo. Ignore quando lhe dizem: “quanto mais velho estiveres, pior”; “com essa idade ninguém vai querer-te” ou “vais ficar para tia!”. Também não deve ter medo de acabar sozinho. Como sabe, às vezes, “mais vale só que mal acompanhado”. Lembre-se que casar sem ter 100% a certeza pode vir a trazer-lhe infelicidade. É muito complicado construir uma vida a dois, quando há amor, imagine se não tem certeza que quer passar o resto da vida com essa pessoa. De acordo com Manson, é imperativo que você sinta admiração pelo seu companheiro! Esse é um dos fatores primordiais para se sentir seguro a dar o Grande Passo.

2. Discuta sem magoar

Entre os casais há sempre discussões. Não há volta a dar! Só que você deve saber lidar com elas e, no fim, tirar algo de positivo dessa experiência (mesmo que desagradável). Manson baseou-se numa experiência de John Gottman, que juntou vários casais numa sala, de propósito para discutirem, para chegar a mais uma conclusão. Este estudo, publicado no livro intitulado “Sete Regras de Ouro para Viver em Casal”, expõe as quatro pragas que prejudicam um relacionamento, quando um casal enfrenta uma discussão: criticar o caráter da pessoa, colocar-se na defensiva, subestimar e ignorar. É por isso que Manson defende que o melhor é esquecer o rancor, contar até 10 antes de dizer algo inapropriado que possa ferir o outro, e não rotular o parceiro com uma única palavra. Lembre-se de que todos têm o direito de cometer erros.

guardarLudgi Fotógrafos
Foto: Ludgi Fotógrafos

3. Respeite o espaço do seu companheiro

Apesar de viver uma vida a dois, não quer dizer que você e o seu companheiro não tenham direito ao vosso próprio espaço, isto é, de tempo para estarem sozinhos, fazerem o que gostam (de forma individual), estarem com amigos e manterem os seus hobbies. O autor defende essa separação em todas as áreas da vida! Tanto pode ser uma noite de festa sem o outro, como cada um ter a sua conta bancária. Manson confessa que às vezes vai de férias sem a esposa e que isso contribuiu positivamente para o relacionamento. É tudo uma questão de confiança. Se ficar com ciúmes da sua mulher quando ela sai com outros amigos, isso poderá significar que você acha que no lugar dela não conseguiria portar-se bem. Já pensou nisso?

Não quer perder as últimas novidades para o seu casamento?

Subscreva a nossa newsletter

4. Certifique-se que o que sente é um amor verdadeiro

Pode parecer cliché, mas a verdade é que o amor verdadeiro triunfa sempre. Este sentimento maior ajuda que os dois enamorados ignorem as deficiências um do outro. É por isso conseguem mais facilmente resistir às tempestades. Dizem que o amor é cego. Talvez por isso aguente tudo!

guardarGianluca Elia Fotografia
Foto. Gianluca Elia Fotografia

5. A mudança é inevitável

Ao longo das suas vidas, os seres humanos mudam não apenas o físico, como também a área emocional. Portanto, os seus hobbies e ideias que em algum momento determinaram a sua personalidade no passado, podem ser modificados. Nesse sentido, você deve aprender a amar a pessoa, independentemente das suas mudanças. Entre as pessoas que Manson entrevistou, uma vez, uma disse-lhe: “um dia, daqui a muito tempo, você vai levantar-se e a sua esposa será uma pessoa diferente, por isso certifique-se de se apaixonar por ela também”. Isso não significa que ela venha a ser uma pessoa 100% diferente, mas alguém que está a evoluir com a vida. Se calhar não seria mal pensado ler: “Como conquistar um coração no primeiro encontro: 7 dicas que funcionam!”

6. Os pequenos detalhes são importantes (e muito)

Os pequenos detalhes são tão importantes quanto os grandes. Pegue na mão do seu amor, riam-se até amanhecer e compartilhem tempo de qualidade sozinhos. Digam ‘eu amo-te’ antes de irem para a cama, deem as mãos durante um filme ou enquanto passeiam. Não percam a oportunidade de fazer planos, de ter compromissos, mesmo que já estejam casados há muito tempo. Há muita coisa que você pode fazer para surpreender o seu parceiro.

guardarNuno Belo Fotographer
Foto: Nuno Belo Fotographer

7. O respeito é mais importante que a comunicação

Isso não significa que a comunicação não continue a ser um dos pilares do relacionamento. Acontece é que o respeito deve ser colocado acima de todos os valores que regem a vida de um casal. Nesse sentido, devemos supor que a comunicação não será sempre a mesma, porque cada um tem seu próprio modo de se expressar e de expressar o que sente. A questão é que esses problemas na comunicação dão origem a conflitos. E é nesse momento que o respeito deve vir à tona, para pôr fim a qualquer indício de trevas. Fique com “Regras para ser feliz: 5 conselhos que valem ouro!“.

8. Perdoe, aceite e esqueça

Mark Manson diz que “não se trata apenas de perdoar, mas de tudo o que esse perdão implica”. Para ele, é muito importante que feche os tópicos e conversas. Não fique doente só porque não ganhou uma discussão. O melhor que você deve fazer é aprender a viver com o outro, aceitando-o como é. Desde que haja respeito, há facilidade para a aceitação. Compreender o outro e deixá-lo ser ele próprio é muito importante. Nada de o “prender” ou quer manipulá-lo à sua imagem e semelhança. Isso acaba por dar mau resultado!

guardarLudgi Fotógrafos
Foto: Ludgi Fotógrafos

9. As regras nem sempre são negativas

Especialmente quando falamos de tarefas domésticas e da esfera económica. Ao organizarem as tarefas entre os dois, conseguem equilibrar-se como casal, obedecendo a certos limites que os ajudarão a evitar discussões.

10. Fale sem medo

Não fique em silêncio. Fale o bom, o mau, o que gosta e o que não gosta. Num relacionamento em que você partilha todo o seu tempo e vida com outra pessoa, terá sempre que conversar. Falar significa confiança e diminui a insegurança. Através de uma boa comunicação, os cônjuges criam uma intimidade bastante poderosa, manifestando tudo o que sentem e pensam sobre o outro. “Quanto mais profundo for o compromisso, mais interligadas ficam as vossas vidas, e mais você terá que confiar no seu parceiro para agir de acordo com o seu interesse quando você não estiver presente”, diz Manson.

guardarLourenço Wedding Photography
Foto: Lourenço Wedding Photography

11. Uma relação a dois

Isso é fundamental! Parece óbvio, mas não é. Uma relação é composta por duas pessoas. É por isso óbvio que a felicidade de uma relação não dependa apenas de um membro, mas sim dos dois. Como tal, é necessário que se identifique separadamente cada elemento, para que cada um tenha sua própria identidade e, assim, possa contribuir positivamente para a construção do relacionamento.

12. O sexo será sempre fundamental

O sucesso de um relacionamento reflete-se no sexo. Portanto, se o casal deixar de fazê-lo ou não o fizer com a mesma frequência de sempre, deve tentar perceber porquê. Há algo que está a falhar e os dois devem falar sobre isso. Lembre-se que o sexo é vital em qualquer idade e em qualquer tipo de relacionamento. Também pode ser uma espécie de medicamento para eliminar qualquer tipo de tensão.

guardar
Foto: Adriana Morais

13. Aprenda a surfar nas ondas

Este título é dado por uma das declarações obtidas por Mason: “Os relacionamentos são como ondas, você precisa aprender a surfá-las, disse um homem de 91 anos para a enfermeira que escreveu ao autor. Há um milhão de outras situações que podem influenciar o relacionamento, como problemas de trabalho, perdas (em todos os sentidos) ou mudanças de residência. Você tem que viver com isso e não deixar que afete o seu casamento.

guardarLourenço Wedding Photography
Foto: Lourenço Wedding Photography

Para viver em casal é preciso muita sabedoria, maturidade e, claro, amor! Cabe a si perceber se vale a pena investir na sua relação e dar tudo por tudo para ser feliz. Mas antes de casar, saiba que há 7 assuntos para conversar e evitar o divórcio. Sugerimos também que leia os 10 hábitos DIÁRIOS de casais felizes: o número 5 faz toda a diferença!

Contacte com as empresas mencionadas neste artigo

Ludgi Fotógrafos Fotógrafos e vídeo
It's all about... Fotógrafos e vídeo
Nuno Belo Photographer Fotógrafos e vídeo
Lourenço Wedding Photography Fotógrafos e vídeo
Adriana Morais - Fotografia Fotógrafos e vídeo
Publicidade

Dê-nos a sua opinião

Lista de casamentos Zankyou. Receba 100% dos seus presentes em dinheiro!