Os 16 erros mais frequentes aquando da organização de um casamento

Os 16 erros mais frequentes aquando da organização de um casamento

Ok, não é o fim do mundo, errar é humano! Mas há erros que podem ser previstos atempadamente. Eis as melhores dicas e alguns dos erros mais cometidos na organização do casamento.

Os 16 erros mais frequentes aquando da organização de um casamento
Foto: Instante Fotografia
  • Planear o Casamento
  • Conselhos
  • Guest-blogger
  • Msn
  • Noivos

O planeamento do casamento pode ser bem divertido, mas também pode ser incrivelmente cansativo se os noivos não estiverem preparados. Além de exaustivo, a probabilidade de cometerem erros é grande. E além da emoção envolvida, há ainda a questão do tempo, pois são muitos os aspetos a serem tratados nos seus timings certos. Erros e atitudes precipitadas podem e costumam acontecer. Uma alternativa para os evitar é terem uma assessoria que vos acompanhe desde o início até ao fim, mas caso não seja possível, elaborei uma lista para vos ajudar nesta fase.

Ok, não é o fim do mundo, errar é humano e as noivas são humanas! Mas, se está nessa trajetória para o altar, há erros que podem ser previstos atempadamente. Eis alguns dos erros mais cometidos!

1. Não fazer um planeamento financeiro, mais conhecido como mealheiro

Agendar o dia do casamento sem ter o dinheiro junto para pagar todas as despesas, na minha opinião, é o pior erro quando se deseja ingressar nesta fase. A organização de um casamento dura em média 1 ano, marcar a data e depois começar a correr atrás do dinheiro faz com que os noivos entrem em desespero e comecem a achar tudo caro  – e na verdade, não é. Também há casos em que os casais ficam endividados. O mais correto seria fazer o mealheiro e, assim que juntarem o dinheiro necessário para todo o conjunto da obra, marcarem a data. Esta regra serve para todo o tipo de eventos: casamentos, batizados, renovação de votos, aniversários…

2. Não definir um budget antes de iniciar os preparativos

Se vocês não fazem ideia do valor que podem gastar, cada item pode parecer barato individualmente. Antes de mais nada, estabeleçam um valor total, desta forma não se perdem com custos que, à primeira vista, parecem uma ótima oportunidade.

Leia também: Como calcular o orçamento do meu casamento: 5 passos imprescindíveis

guardar
Foto: Arte Magna Fotografia

3. Não contratar uma assessoria

Não quer perder as últimas novidades para o seu casamento?

Subscreva a nossa newsletter

Um Wedding Planner é um profissional fundamental do casamento. Realizar um evento deste porte sem um é inviável. É a assessora ou assessor que vai organizar tudo por/para vocês, quem vai reger a orquestra para que fique tudo em harmonia, tranquilo e sem stress para os noivos e familiares. Sem um wedding planner correm o risco de se esquecerem de detalhes muito importantes e, consequentemente, arruinarem o vosso dia especial. Quem está a considerar casar-se, mesmo que apresente um orçamento apertado, deve contratar uma assessoria cerimonial: os profissionais costumam ter diversos pacotes de assessoria, pelo que podem escolher aquele que melhor se encaixa nas vossas possibilidades.

4. Não deixar o noivo participar nas escolhas

O casamento é, para muitos, o primeiro momento de decisões partilhadas na vida de uma família que está se está prestes a formar. Dividam esse momento, ouçam-se mutuamente, partilhem tarefas e decisões… Desde o noivado até ao resto das vossas vidas. Noiva, não centre tudo em si e nos seus desejos: partilhe opiniões com o seu noivo.

Leia também: Como escolher um Wedding Planner para o meu casamento: 5 passos fundamentais

guardar
Foto: The Gentleman’s Photo | Film

5. Não pedir contratos aos profissionais contratados

Ler, analisar e questionar o contrato é um direito dos noivos. Tomem atenção aos serviços extras, pois tudo deve constar no contrato, uma vez que nem todos os profissionais contratados têm a obrigação de apresentar exatamente aquilo que os noivos procuram. Por exemplo: pode acontecer contratarem uma banda e esquecerem-se de contratar os equipamentos de iluminação e de pista de dança, acreditando que isso já estaria incluído, quando na realidade nem sempre está. O serviço de som é um e o de iluminação é outro. Questionem à banda contratada o que está incluído no pacote, ou o que necessitam como base e equipamentos para realizar a animação. 

Relativamente ao serviço de catering, sugiro que peçam tudo descriminado no contrato, nomeadamente o que será servido, o tempo de duração, etc.

6. Querer economizar em tudo: por vezes, o barato sai caro

Cuidado com o querer economizar em tudo e em contratar profissionais que cobram um valor muito abaixo do praticado no mercado. Fornecedores com experiência e qualidade vão apresentar um valor justo à sua excelência! Em todos os seguimentos deste universo, há profissionais amadores que podem deitar abaixo o vosso evento! Assim, este aspeto pode trazer muitas dores de cabeça e lágrimas. Afinal, os profissionais especializados estão neste universo para vos ajudar e transformar o dia de sonhos em algo único e não serem substituídos pelo primo ou colega de trabalho. Praticamente todas as pessoas conhecem uma história triste de noivos que deixaram algo importante do casamento nas mãos de amigos e acabaram sem o bolo, fotos ou quem resolvesse possíveis contratempos. A qualidade tem o seu valor! Contrate os profissionais adequados e não se arrependa de nada. O seu casamento não permite “riscos”! Volto a afirmar, o barato sai sempre caro!

Consulte o Guia de Fornecedores da Zankyou

guardar
Foto: Estúdios Santa Cruz

7. Ouvir demasiados “palpites”. O casamento deve ser o espelho da vossa essência!

O casamento é vosso e não dos vossos familiares e amigos, pelo que não permitam que escolham por vocês os profissionais, espaço e serviços. Cada casamento é um casamento e o que foi bom para a sua amiga que já casou pode não ser para vocês, enquanto noivos! Se for para ouvir alguém, ouça a “voz da experiência” e de quem conhece profundamente este universo: os organizadores de eventos!

Lembrem-se: como imaginam o vosso casamento? As opções são infinitas, mas se começarem pelo que sempre sonharam em vez de tentar agradar aos outros ou viver o sonho de outras pessoas, ficará mais fácil fazer as escolhas certas.

8. Neglicenciar o intervalo entre cerimónia e o copo-de-água

Se a igreja for muito distante do local do copo-de-água ou se escolherem ser fotografados, trocar de roupas, etc. entre a primeira e a segunda parte do casamento, certifiquem-se que os convidados serão bem-recebidos e atendidos durante esse intervalo. Um bom serviço de catering e de entretenimento (DJ, músicos, etc.) são essenciais nesse momento para evitar que o casamento fique aborrecido.

Leia também: Como organizar um casamento: 12 meses de preparativos. O calendário definitivo!

guardar
Foto: Estúdios Santa Cruz

9. Esquecer as alianças, batom e outros objetos

No meio da azáfama dos preparativos do enlace, existe a probabilidade de os detalhes básicos serem esquecidos. Por exemplo, levar as alianças para a cerimónia ou o batom da sua cor favorita para retocar durante a festa. Por isso, na semana do casamento, comece a deixar todos os objetos que não devem ser esquecidos, separados e organizados. Assim, terão a semana para se lembrarem com calma de tudo e nada ficará para trás!

10. Não dar prioridade a fornecedores que trabalham com exclusividade ao cliente

Um erro que acontece muito com noivas que não são orientadas por uma assessoria, é escolherem, de forma errada, os profissionais que vão trabalhar no casamento.

Sugiro que optem por profissionais que trabalham com exclusividade ao cliente, ou seja, que só fazem 1 evento por dia. Exemplo: se vocês contratarem um fotógrafo que faz 4 ou 5 casamentos por dia, a acumulação de trabalho deste profissional será enorme e, mesmo que ele tenha assistentes, é muito possível que ao invés de receberem o trabalho pronto 2 ou 3 meses depois do casamento, acabem por esperar 1 ano ou mais. É verdade, por incrível que possa parecer, isto pode acontecer! Cumprir os prazos e respeitar os noivos como clientes, na minha opinião, é fundamental!

O mesmo acontece com os wedding planners: certifiquem-se de que é um profissional que responderá às vossas dúvidas rapidamente e que estará ao vosso lado no dia mais importante de vossas vidas, em vez de enviarem um estagiário para o substituir.

Leia também: 11 Dicas preciosas para evitar que o Big Day seja um desastre!

guardar
Foto: Instante Fotografia

11. Exagerar com o famoso “Faça Você Mesma” (DIY)

Mesmo que precisem de economizar, cuidado para não exagerarAlguns aspetos da organização dão muito trabalho e exigem dedicação, até nas últimas horas, como por exemplo o design floral. Nesse momento, tanto a noiva como o noivo devem estar relaxados nos seus preparativos (hairstyle e makeup) e não ficar para trás e para a frente a carregar jarras de flores. Improvisos com a animação, serviço de fotografia, vídeo e música também podem ser um desastre!

12. Deixar a lista de convidados em aberto

Este é um erro grave que pode trazer alguns problemas. Os cálculos da festa são feitos em cima do número de convidados e, por isso, é tão necessário saber quantos estarão presentes no grande dia. É claro que as Quintas ou restaurantes podem encaixar uns convidados de última hora no copo-d´água, mas é provável que haja custos extras para os noivos.

Leia também: Como fazer a lista de convidados para o casamento em 5 passos

guardar
Créditos: Do Pedido ao Altar | Foto: Gustavo Franco Photography

13. Esquecer de agradecer aos fornecedores

É comum que os noivos agradeçam aos amigos e familiares que tanto ajudaram para que o seu grande dia fosse memorável. Mas, na minha opinião, também devem fazer um agradecimento aos profissionais que estavam envolvidos de “corpo e alma”, tanto durante o planeamento, como no próprio dia: fotógrafo, wedding planner, decorador, cabeleireiro, músicos, etc.

Pode ser desde uma simples mensagem no whatsapp, uma mesa reservada exclusiva para o staff jantar no casamento, um telefonema, um postal, e-mail ou uma reunião informal depois da festa. Os profissionais costumam trabalhar duro para tornar o dia de sonho perfeito e merecem reconhecimento pelo empenho!

14. Não serem claros e objetivos com os vossos convidados

Os convidados podem ter ideias diferentes sobre o vosso casamento, é verdade! Por isso, é tão importante deixar claro como será sua festa. Muitas pessoas acham que podem levar acompanhantes sem avisar ou até mesmo que não precisam responder a confirmação de presença. Sejam claros com os vossos convidados sobre tudo o que decidiram, se eles poderão levar um acompanhante, ou não, e peçam que avisem com tempo.

Leia também: As 12 coisas que TODOS os convidados esperam que haja no seu casamento!

guardar
Foto: Instante Fotografia

15. Organizar o casamento à última hora

Há noivos que decidem casar do dia para noite e, assim, iniciam a organização imediata. Quando isto acontece, não encontram a data pretendida disponível nas Quintas, restaurantes ou hotéis e nem na agenda dos melhores profissionais.

16. Contratar o famoso pacotão com todos os serviços incluídos

Muitas noivas cometem esse erro clássico, para não terem muito trabalho e poupar tempo. Acabam por escolher um espaço de festas com todo os serviços incluídos: catering, foto, vídeo, Dj, flores, organização do casamento e etc.

Algumas quintas possuem este tipo de serviço e, pelo que já ouvi das noivas que tiveram essa experiência, é complicado e muito stressante. O problema do pacote com tudo incluído está relacionado com o facto de os tais profissionais não terem conhecimento dos gostos e personalidade do casal e, muitas vezes, só verem os noivos no dia do casamento.

Além disso, acontece frequentemente o suposto organizador de eventos da Quinta não ficar 100% disponível para o casal durante a fase planeamento, para tirar dúvidas por telemóvel, whatsapp, redes sociais, e-mail, etc. E muita vezes demoram séculos para responder a um e-mail e a dar feedbacks aos noivos. Por essa razão, pesquise bem os fornecedores e contrate aqueles que tenham experiência e, principalmente, empatia com vocês.

Leia também: Saiba TUDO o que tem de estar pronto um dia antes do casamento

guardar
Foto: Lourenço Wedding Photography

Noivos, sigam o vosso coração, um casamento organiza-se com muito amor, dedicação, trabalho e, sobretudo, tenham personalidade! Boa sorte com os preparativos e espero que as dicas ajudem! Beijinhos…

Talvez também lhe interesse:

Contacte com as empresas mencionadas neste artigo

The Gentleman’s Photo | Film Fotógrafos e vídeo
Estúdios Santa Cruz Fotógrafos e vídeo
Lourenço Wedding Photography Fotógrafos e vídeo
Do Pedido ao Altar Wedding planners
Instante Fotografia Fotógrafos e vídeo
Arte Magna Fotografia Fotógrafos e vídeo