11 Dicas preciosas para evitar que o Big Day seja um desastre!

11 Dicas preciosas para evitar que o Big Day seja um desastre!

Tenha sempre um plano B debaixo da manga para qualquer situação!

11 Dicas preciosas para evitar que o Big Day seja um desastre!
Foto: Estúdios Santa Cruz
  • Planear o Casamento
  • Conselhos
  • Guest-blogger
  • Msn
  • Noivos

Durante a fase do planeamento convém também pensar em prováveis situações graves, que podem acontecer no grande dia. E posso assegurar que a lista é longa! As preocupações podem deixar muitas noivas com os nervos à flor da pele. E então, já pensaram no plano B? Ainda não? Ok, relaxem, deixo aqui de seguida algumas dicas preciosas!

Já sabemos que alguns acontecimentos fogem do controle dos noivos, principalmente se não contarem com a ajuda de um wedding planner. Sendo assim, é preciso pensar em alternativas eficazes e rápidas para dar a volta. Eu elaborei uma lista com 11 dicas para que o vosso dia de sonho seja absolutamente perfeito, de forma a que alguns contratempos possam ser previstos. Para tudo existe uma solução!

1. As flores murcharam?!

O prato principal ainda nem foi servido, mas já dá para perceber que o design floral nas mesas e nos lounges não estão com aquela vivacidade esperada. Isso ocorre porque as floristas costumam elaborar os arranjos com algumas horas de antecedência ao horário marcado para a cerimónia e se as flores não receberem uma hidratação adequada, infelizmente isso pode acontecer.

Para evitar este desastre, converse com a florista sobre a característica de cada tipo de flor de acordo com a estação do ano. Por exemplo, girassóis, gerberas, lilium e dálias possuem pétalas mais resistentes e desidratam com menos facilidade. Já as flores mais suaves, como tulipas e gardénias são mais sensíveis.

Leia também: As 12 melhores flores para decorar o seu casamento, a sua casa e a sua vida!

guardar
Foto: Ludgi Fotógrafos

2. Invista nas estruturas certas para o dia de sonho e contrate empresas de confiança

Não quer perder as últimas novidades para o seu casamento?

Subscreva a nossa newsletter

Evitar um desastre no dia C é um dos motivos para contratar um fornecedor de confiança para a montagem da vossa estrutura cenográfica, que vai de uma simples pista de dança, aos alicerces de um verdadeiro salão de festas, passando pelos forros, tendas e fecho. Se vocês pensam que a tenda só serve para a eventualidade de chover, estão enganados, porque o cenário é inestimável para o conjunto da obra de um casamento, se o objetivo for eternizar fotografias memoráveis do projeto de decoração!

É fundamental que a empresa esteja com a sua situação regular e tenha funcionários com experiência neste tipo de trabalho. Montar uma estrutura para cerimónia e receção no campo, beira-mar ou na vivenda da família é uma responsabilidade enorme: se algo é mal instalado, pode causar um acidente sério. É possível que este serviço fique um pouco além do que vocês planeavam gastar inicialmente, mas o investimento vale a pena, já que o barato pode sair muito caro no final.

Leia também: Casar de manhã ou à tarde? A Wedding Planner Bianca Oliveira dá-nos a resposta!

guardar
Foto: Gustavo Franco Photography | Wedding Planner & Styling: Bianca Oliveira de Do Pedido ao Altar

3. E se algum convidado se sentir mal durante a cerimónia e desmaiar?

Sim, ninguém está livre disso, seja por emoção ou devido ao calor (queda de tensão ou problemas cardíacos), todos estão sujeitos a um desmaio. Cerimónias ao ar livre e em horários em que o sol é mais forte, muito longas ou cansativas possuem um fator de risco maior. O que fazer?

Pela minha experiência, nos casamentos tente não fazer alvoroço, pois manter o máximo de discrição nessas horas é o mais recomendável. Sei que é difícil, mas tentem, pois é normal que as pessoas fiquem agitadas na tentativa de ajudar. Por precaução, vale a pena pedir à vossa assessoria para encomendar um kit SOS para resguardar, de certa forma, a segurança dos convidados. Sugiro que o kit tenha remédios básicos e dos mais conhecidos, sal e leques para abanar em caso de desmaio. E se a situação for mesmo grave, telefonem ao INEM.

Leia também: 12 imprevistos de casamento: saiba como lidar com eles!

guardar
Foto: Fotolux Wedding Photography em Quinta Fonte da Aranha – Premium Eventos e Catering

4. Pouca iluminação

Este tipo de problema poderá ser facilmente evitado quando os noivos decidem contratar uma decoradora, pois esta profissional saberá com maestria colocar os pontos de luz nos sítios certos, para dar destaque ao design de decoração.

Vale lembrar que não são todas as Quintas que investem em iluminação de exterior e os relvados costumam ficar às escuras à noite. E sabemos que os convidados gostam de circular pela relva na altura do verão. Então, se não puderem ter um decorador, convém escolherem um espaço com bons recursos de iluminação.

Se decidirem por uma festa à noite, quando forem idealizar o desenho da decoração do Copo-d´água para a sala de jantar e exterior pensem no design de iluminação, pois isso vai transformar a atmosfera e ao mesmo tempo dar um “upgrade” ao projeto de decoração.

Leia também: Dê luz ao seu dia: 10 ideias para iluminar o seu casamento e torná-lo ainda mais bonito!

guardar
Foto: Arte Magna Fotografia

5. Escolher um Dj ou banda famosos sem conhecer o estilo musical

Há casais que preferem contratar apenas fornecedores de casamento famosos, que costumam estar sempre em destaque nas revistas e nos media, mas já pararam para pensar se o tal Dj ou banda da moda se encaixa no vosso perfil ou se será bom para o casamento? Como todos os fornecedores, esse profissional também tem um estilo e a noiva deve saber se ele tocará o que ela gosta ou não. Há DJs que se recusam a tocar um determinado seguimento musical e isso ocorre também com as bandas.

Exemplo disso, há bem pouco tempo, em reunião com uma banda, perguntei ao cantor se havia a possibilidade de cantar durante o Copo-d´Água 3 músicas especiais a pedido dos noivos, que provavelmente fugiria um pouquinho do repertório habitual, e recebi como resposta do vocalista o seguinte: “não, o nosso repertório é fixo e os noivos devem escolher canções que constam na nossa lista”. Sendo assim, tomem atenção a esse pormenor, pois, infelizmente, ainda existem no mercado dos casamentos profissionais que não são flexíveis e sem um pingo de vontade de realizar sonhos! Se houver canções importantes que fizeram parte da vossa história, este tipo de fornecedor não será o mais indicado.

Então, o que fazer? Antes de fechar com algum profissional, pesquise sobre o trabalho dele e converse abertamente sobre o que desejam para o repertório da festa, pois, desta forma, vão evitar surpresas desagradáveis de última hora.

Leia também: DJ ou banda para a festa do casamento? Os prós e contras!

guardar
Foto: Fotolux Wedding Photography

6. Noivas, não queiram levar o mundo nas costas (dica mega importante)

Muitas mulheres sobrecarregam-se a si próprias na hora de organizar o casamento, principalmente aquelas que têm um noivo pouco participativo. Fazer tudo sozinha e achar que consegue conciliar a agenda pessoal e também profissional causa stress, irritação e, na maioria das vezes, queda de desempenho profissional. Afinal, o casamento torna-se prioridade, certo?

Para evitar que isso aconteça, o ideal é que a noiva contrate uma assessoria para ajudá-la em todo planeamento, para otimizar o tempo dela e deixá-la mais tranquila para esse momento tão especial! Caso não seja possível contratar um wedding planner, peça ajuda a sua madrinha ou mãe.

guardar
Créditos: Do Pedido ao Altar

7. E se a previsão for de chuva?

Sugiro que consultem a previsão do tempo na semana do casamento e também no dia anterior. Até porque não existe coisa pior do que, depois de longos meses de preparativos, ver todo o esforço a cair por terra, não acham?

Para se safar do mau tempo, tenha sempre em mente um plano B. A dica é válida tanto para casamentos no campo como na praia, em que a humidade é maior. Uma alternativa eficaz para evitar possíveis transtornos com a chuva é investir nas tendas, pois elas protegem os convidados da chuva e garantem que o seu casamento evolua bem, mesmo debaixo de muita água.

Se a cerimónia for na igreja, deixe atempadamente com o vosso wedding planner um big guarda-chuva. Sei que a maioria das igrejas não costuma disponibilizar este tipo de chapéus-de-chuva enormes e, com esta precaução, tanto a maquilhagem, como o penteado e o vestido da noiva ficarão protegidos ao sair do carro.

Leia também: Como sobreviver a um casamento com chuva em 5 passos

guardar
Photo by Victoria Priessnitz on Unsplash

8.  Atenção para os timings da cerimónia e festa

Seja um casamento grande ou pequeno, formal ou informal, há um roteiro para ser seguido e, sinceramente, não vejo motivos para que os noivos queiram fugir a estas regras. Podem sentir falta depois, já que são momentos únicos na vida dos noivos, familiares e amigos que proporcionam fotos lindíssimas.

Caso escolham um serviço de “empratados” (os convidados são servidos na mesa e não precisam de se levantar), peçam ao catering atempadamente para que não haja um longo intervalo entre o peixe e a carne, porque se houver um espaço de 1 hora e meia ou mais entre o primeiro prato e o segundo, os convidados podem ficar entediados de estarem muito tempo sentados a ouvir música ambiente. Ninguém quer uma festa enfadonha, certo?

guardar
Foto: Lucho Vargas Fotografia

9. Esquecer-se de comer!

É normal estar com borboletas no estômago, mas não se esqueça de se alimentar bem no dia do enlace. Por isso, é muito importante que deixe planeado um lanche, caso o seu dia de noiva não seja em casa. Estar bem alimentada vai protegê-la de desmaios ou tonturas durante a cerimónia.

Leia também: 15 típicas coisas que as noivas esquecem durante a organização do casamento: prevenir é melhor que remediar!

guardar
Foto: Aguiam Wedding Photography

10. Ignore opiniões dos “sabichões” de plantão durante o planeamento e no dia do casamento

Faça uma lista dos pormenores fundamentais a serem executados no big day. Caso tenham amigas ou madrinhas que insistem em dar opiniões sem serem consultadas  – e muitas das vezes despropositadamente – agradeçam e digam que o tema já foi resolvido ou que o vosso wedding planner é o responsável de cuidar desses detalhes.

Leia também: Amigas da noiva: tipos, maneiras e feitios

guardar
Foto: Foto Íris | Jorge Freitas Photography and Videography

11. Não aos convidados fotógrafos

Como é que os convidados podem atrapalhar nas fotografias oficiais do enlace? O caso mais comum é na entrada da noiva, pois muitos esticam o braço para tirar uma foto da noiva a entrar na igreja. Os problemas são dois: o campo visual do fotógrafo, que está posicionado para apanhar a nave da igreja e acaba por ser prejudicado pelos falsos fotógrafos; e o flash utilizado pelos convidados, que interferem na fotometria da foto oficial.

Leia também: As melhores dicas para um casamento sem telemóveis a atrapalhar!

guardar
Créditos: 135 milímetros

Muitos fotógrafos dizem que durante as fotos oficiais com os padrinhos, há sempre um convidado a tentar captar as mesmas fotos ao lado do fotógrafo. Isso torna o tempo muito mais demorado, prejudicando os próprios noivos, que em geral querem ir para a festa ou fazer uma sessão de fotos sozinhos após a cerimónia.

Ora bem, os bons fotógrafos têm recursos técnicos e experiência para “anular” essa interferência dos convidados, saberão posicionar-e na entrada da noiva e saída dos noivos, e se for o caso, pedir de forma educada ao convidado inconveniente para dar licença.

Se vocês não querem que os convidados tirem fotos durante a cerimónia vale a pena conversar com aqueles amigos “fotógrafos” que tiram sempre mais fotos, ao invés de se envolverem e de se concentrarem na cerimónia. Outra sugestão é pedir para o vosso assessor deixar nos bancos da cerimónia ao lado do lenço “lágrimas de alegria” ou missal, um aviso do género “Os noivos pedem que não seja fotografada a cerimónia religiosa para que não haja interferência no trabalho dos fotógrafos contratados. Obrigado pela vossa compreensão! Noiva e Noivo”.

Queridos convidados, todas as imagens vão estar disponíveis na galeria online do fotógrafo após o casamento, portanto, não há razões para atrapalharem este dia tão especial.

Leia também: Como escolher o fotógrafo do seu casamento em 5 passos

guardar
Foto: Bruno Bragança Photography

Concluindo, é importante saber reconhecer os desafios, os seus erros e manter-se calma para tomar decisões. Use essa fase para conhecer melhor o seu noivo, aprender com as dificuldades e aproveitar cada etapa!

Tenha sempre um plano B debaixo da manga para qualquer situação!

Não deixe de ler os outros artigos de minha autoria na plataforma e no blog Do Pedido ao Altar, pois todas as outras dicas irão ajudá-las a enfrentar os desafios da organização sem dores de cabeça. Boa sorte queridas noivinhas!

Descubra também este vídeo com as melhores dicas para estar preparada para os imprevistos do grande dia!

 

E talvez também lhe interesse:

 

Contacte com as empresas mencionadas neste artigo

Estúdios Santa Cruz Fotógrafos e vídeo
135 milímetros Fotógrafos e vídeo
Do Pedido ao Altar Wedding planners
Lucho Vargas Fotografia Fotógrafos e vídeo
Fotolux Wedding Photography Fotógrafos e vídeo
Arte Magna Fotografia Fotógrafos e vídeo
Ludgi Fotógrafos Fotógrafos e vídeo
Aguiam Wedding Photography Fotógrafos e vídeo
Bruno Bragança Photography Fotógrafos e vídeo