Quanto devo gastar numa prenda de casamento?

Uma das coisas que mais atormentam os convidados de um casamento é decidir o que dar aos noivos e quanto gastar. É difícil definir com precisão um montante, já que a capacidade financeira dos convidados, as circunstâncias, a personalidade dos noivos e a própria cultura pode influenciar na escolha.

É natural que primeiro tente perceber o que os noivos gostam, depois ver se isso se ajusta às suas posses. Sabia que há 60 anos este “problema” não era tão comum? Havia até quem oferecesse lâmpadas aos noivos, ou uma simples camisa de noite à noiva. Ora leia, Lista de casamento de 1957: Nem imagina o que os seus avós pediram!

Hoje, os futuros casados até enviam uma lista aos convidados com o que gostariam de obter, desde um móvel, a parte da viagem de lua-de-mel ou das actividades que pensam ter por lá. É o caso do bungee Jumping ou de uma excursão.

A Zankyou esteve à conversa com três wedding planners e chegou à conclusão que existem três factores essenciais a ter em consideração na altura de escolher uma prenda de casamento.

Solicite informações sobre André Tavares FotografiaSolicite informação sobre “Solicite informações sobre André Tavares Fotografia”
André Tavares Fotografia

1. Os laços

Você não vai dar a mesma coisa à sua irmã ou à filha da sua empregada, pois não? “O tipo de relação existente entre convidados e noivos tem de ser tida em conta”, afirma Mariame, wedding planner da empresa francesa La vie en Pink wedding. Não se sinta mal se o que oferecer ao seu colega de trabalho não for tão dispendioso como a prenda que deu à sua irmã. Se por outro lado, for o seu melhor amigo a casar, não será mal pensado dar-lhe também um um tratamento fraterno. Afinal, desde que se conheceram na primeira classe, nunca mais se largaram. Já se o casamento for de alguém que conhece mal e só vê esporadicamente, Amandine, da Amande Événementiel, sugere que dê flores. Demonstra educação e delicadeza.

2. A situação financeira do convidado

Como já foi referido, tem de ter em conta a sua capacidade económica. Não se vai encalacrar por causa de uma prenda de casamento. Lembre-se que os noivos convidaram-no acima de tudo, porque quiseram partilhar consigo o dia mais importante das suas vidas. Muitas vezes, perguntamos-nos “será que estou a gastar pouco… ou muito?”. Mas o mais importante para mim é o gesto, não importa o preço da prenda”, frisa Mariame.

Solicite informação sobre Papper moons with Diana NobreSolicite informação sobre “Solicite informação sobre Papper moons with Diana Nobre”
Foto: Papper moons with Diana Nobre

3. O papel do convidado

Imagine que é madrinha de casamento da noiva! É possível que tenha de “abrir os cordões à bolsa”, pelo menos para lhe comprar o vestido de noiva. Isto, se quiser cumprir a tradição, (apesar de já não ser o que era). Por outro lado, se a tal questão da situação financeira não estiver na sua melhor forma, a noiva há-de compreender se não conseguir oferecer-lho. Não se preocupe que ela convidou-a para sua madrinha, devido ao amor que sente por si.

Os pais dos noivos, como convidados especiais que são, também se sentem na obrigação de dar algo “melhor” aos filhos. Os da noiva, por exemplo, de acordo com a tradição, é que arcam com as despesas do casamento. Actualmente, a tendência já é dividirem. No fundo, tudo depende muito do ponto nº 2 (a situação financeira do convidado).

Por outro lado, Caroline, wedding planner de Lovely Dream Event, lembra que se não há uma regra específica, que cada um deve dar o que pode, mas sugere que se parta de uma base de 40 a 50 euros, no mínimo, por respeito aos noivos. “Nem que seja pelo trabalho que tiveram para os receber”, justifica.

Solicite informações sobre Papper moons with Diana NobreSolicite informação sobre “Solicite informações sobre Papper moons with Diana Nobre”
Foto: Papper moons with Diana Nobre
Enquanto pensa no que dar… ou não à sua colega, saiba quais os presentes que os noivos não querem receber. Já que é para gastar dinheiro, que seja com sentido!

Contacte com as empresas mencionadas neste artigo

Mais informação sobre

Dê-nos a sua opinião

Do pedido ao altar
Porque devo contratar um Wedding Planner?
Descubra as vantagens e erros a não cometer quando decidem contratar um Wedding Planner!
Andréa e Tiago: A melhor prenda de 7 anos de amor foi casar
Andréa e Tiago: A melhor prenda de 7 anos de amor foi casar
7 anos de namoro e uma prenda perfeita: o casamento de sonho da Andréa e do Tiago!
Helder Couto Photographer
Zankyou & Hélder Couto numa incrível inspiração campestre
A esta aventura uniram-se também grande profissionais do mercado nupcial, que iremos apresentando um a um! Fique co...
Rui Teixeira Wedding Photography
8 ideias originais para transformarem a vossa relação normal, numa relação INCRÍVEL!
É hora de dizer basta! De enxotar a mesmice para lá e de voltarem a ser o casal tonto, perdidamente apaixonado de antes! Como? É fácil! Hoje, aqui, na Zankyou Magazine contamos-vos tudo!
Gio Rodrigues e João Almeida juntos numa mágica e apaixonante sessão fotográfica
Gio Rodrigues e João Almeida juntos numa mágica e apaixonante sessão fotográfica
Esta sessão fotográfica apaixonante é mais uma obra de arte do fotógrafo de casamento João Almeida. E palavras para quê, se uma imagem vale mais que 1000 palavras?
Foto AWE Pictures
As 10 coisas que NUNCA deve dizer numa discussão!
Errar faz parte e pedir desculpa também, mas evite dizer coisas com intenção de magoar (especialmente quando sabe que, na verdade, não as sente). Até porque fazê-lo vai valer tanto a pena...

Faça gratuitamente e em 2 clicks um site magnífico para o seu casamento.

100% personalizável e com centenas de layouts para escolher Ver mais layouts >

Trabalha no mundo dos casamentos?
Se tem uma empresa de casamentos ou é um profissional do sector, Zankyou oferece-lhe a oportunidade de divulgar os seus serviços a milhares de casais que nos escolhem para organizar o seu casamento em 23 países. Mais informação